O prefeito Rafael Greca recebe nos próximos dias, os quatro projetos aprovados em segundo turno nesta quarta-feira, 13, pela Câmara de Vereadores. São projetos de cunho popular e de reconhecimento ao trabalho de artistas de rua, servidores e personalidades.

Entre eles, os vereadores aprovaram o projeto de lei que define as atribuições dos artistas de rua. A matéria é um adendo ou acréscimo a um parágrafo de projeto existente. Estabelece e nomeia, pelo novo formato, quem são os verdadeiros artistas.

 

Com isso, são considerados artistas de rua, segundo a proposição da vereadora Julieta Reis (DEM): quem pratica teatro, dança, música, capoeira, mímica, estátuas vivas, poesia declamada, artes performáticas e as circenses – como a dos palhaços, mágicos, malabaristas, repentistas e trapezistas.

 

Na sessão desta quarta-feira, 13,  também foi aprovado o projeto do vereador Serginho do Posto (PSDB) que declara de utilidade pública o Instituto Bom Aluno do Brasil. Outras duas matérias aprovadas: a que concede o prêmio João Crisóstomo Arns a diversos indicados e a concessão de título de servidor público padrão a diversos outros indicados.